Google Glass do Google. Tecnologia pretende inovar forma de interação com eletrônicos portáteis. Foto: Divulgação

Já faz algum tempo que a Google vem testando seu produto mais inovador, o Google Glass. A Google revelou mais uma novidade que deverá ser introduzida no aparelho, transmissão de sons através de “indução óssea” no lugar dos clássicos “speakers” (em português: falantes) presentes em fones de ouvidos, headphones e caixas de som que todos nós conhecemos.

A tecnologia, que envia vibrações para dentro da orelha através dos ossos do crânio, não é nova, mas até então não havia sido adaptada para ser usada em aparelhos mais complexos como o Google Glass. A Panasonic apresentou na última feira ‘CES’ (Consumer Electronics Show) um protótipo que também usa a mesma tecnologia, porém embutida em headphones.

A maior vantagem desta tecnologia em relação às demais é aqueles que estiverem escutando podem também escutar sons do ambiente e garantir mais segurança diante dos perigos que só são percebidos pela audição, como situações adversas do trânsito quando estamos na rua por exemplo.

A Google já patenteou a tecnologia embutida em óculos no mês passado e a associação americana ‘Federal Communication Commission’ (FCC) – responsável pela regulamentação de meios de comunicação e aparelhos eletrônicos no mundo todo – já aprovou o Google Glass, incluindo o “elemento integral de vibração que provê áudio ao usuário através de contato com sua cabeça”.

Sergey Brin testando o Google Glass no metrô de Nova York – Foto : Noah Zerkin

O co-fundador da Google Sergey Brin, que está atualmente liderando o desenvolvimento do aparelho, já testou o aparelho nos metrôs de Nova York, EUA (imagem). Além da tecnologia de emissão de áudio inovadora, o Google Glass (Óculos Google) oferecerá um pequeno display que exibirá conteúdo digital além do campo normal de visão do usuário, algo similar a uma pequena tela de smartphone que permanece praticamente todo o tempo acessível aos olhos dos usuários. O óculos terá conexão Wifi e Bluetooth e o minúsculo computador embutido nos óculos funcionará com sistema Android e responderá a comandos de voz.

Com ele será possível visualizar mapas em tempo real além de ler e-mails, atender ligações, entre outras funções que já fazemos em um smartphone comum. O Google Glass será oficialmente lançado e comercialmente vendido pela empresa em 2014.

[Telegraph]

Tags:
veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!