10 Coisas que o Brasil poderia ter comprado com o dinheiro gasto na Copa do Mundo

coisas-brasil-poderia-ter-comprado-copa-do-mundo
Imagem: ©2014 Fifa

De acordo com informações recentes de jornais brasileiros, estima-se que os gastos com a Copa do Mundo do Brasil (2014) até o momento tenha ultrapassado a casa dos R$ 27,4 bilhões. Os dados são do Tribunal de Contas da União (TCU). Todos nós estamos carecas de saber que este dinheiro saiu do seu e do meu bolso.

Intrigado com o potencial desta “bufunfa,” resolvi pesquisar preços (só por curiosidade) e descobri diversas coisas que os administradores do nosso país poderiam ter comprado com esta mesma quantia no lugar dos investimentos deste evento. Os dados são da OMS, Wikipedia e Bloomberg. Vale ressaltar que uma parte deste investimento foi destinado à mobilidade urbana, e que isto de certa forma irá nos beneficiar, mas veja a seguir outras coisas interessantes que poderíamos ter comprado com R$ 27,4 bilhões:


1. Um telescópio espacial Hubble para pesquisas espaciais – Preço estimado: R$ 22,4 bilhões – Sobrariam R$ 5 bilhões.
coisas-brasil-poderia-ter-comprado-copa-do-mundo_1
Imagem: NASA

2. Grande Colisor de Hádrons para avanços na pesquisa científica no Brasil – Preço estimado: R$ 24,7 bilhões – Sobrariam R$ 2,7 bilhões.
coisas-brasil-poderia-ter-comprado-copa-do-mundo_2
Imagem: boston.com

3. Mais de 80% do território da Jamaica – Preço estimado do país inteiro R$ 33,3 bilhões.


coisas-brasil-poderia-ter-comprado-copa-do-mundo_3
Imagem: The Color Festival


4. Toda a frota de trens de alta velocidade (TGV) da SNCF que percorrem o sistema ferroviário francês – Preço estimado: R$ 9,6 bilhões – Sobrariam R$ 17,8 bilhões.
coisas-brasil-poderia-ter-comprado-copa-do-mundo_4
Imagem: Wikimedia

5. Vacinas SRC ou “tríplice viral” (sarampo, rubéola e caxumba) para todas as crianças do planeta – Preço estimado: R$ 10,5 bilhões – Sobrariam R$ 16,9 bilhões.
coisas-brasil-poderia-ter-comprado-copa-do-mundo_5
Imagem: Pete Lewis / UK Department for International Development

AUTOR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • • veja também: