CLOSE

O primeiro robô humanoide da Google faz testes externos, mas quando anda se parece com um pinguço

atlas-bostom-dynamics

A Boston Dynamics é responsável por criar robôs reais que muitas vezes chegam a causar pânico nas pessoas. Isto porque alguns deles são estranhos, como o modelo humanoide ATLAS, este aí da imagem acima. Financiado em parte pela DARPA, o ATLAS foi criado com o objetivo principal de servir como um robô de resgate, para acessar lugares que seriam perigosíssimos para nós humanos, como reatores nucleares, áreas onde há fumaça intensa, etc.

Antes de colocar o robô para encarar estes desafios, seria necessário garantir que ele estivesse “apto” para isso. Por este motivo a Google, através de sua Boston Dynamics, tirou seu robô ATLAS do laboratório e o enviou para o mundo externo pela primeira vez. O progresso é notável, mas o único problema é que seus movimentos ainda não chegam nem perto dos humanos, a não ser que você ou eu estejamos com alguns gorós na cabeça. Assista ao vídeo a seguir e entenderá:


Publicidade


Comparado com os robôs que vemos em filmes de ficção científica, ATLAS ainda tem muito a evoluir. Enquanto seus movimentos ainda não são aprimorados, ele ainda anda tão bem quanto um apaixonado por aguardente, desesperado em busca do seu caminho para casa.


E assim como um pinguço, ATLAS não consegue chegar a lugar nenhum sem que alguém o ajude.


Mas quando encontra um caminho reto, ele se coloca no plumo e avança em direção ao triunfo!


Enquanto a Boston Dynamics trabalha para remover o cabo de alimentação do robô, ele ainda é necessário para que ATLAS funcione. Sem ele, o robô seria incapaz de se orientar. Brincadeiras à parte, ATLAS faz parte do início da era dos robôs, robôs que talvez um dia esteja presente em nossas casas.

[PopSci]

Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
AUTOR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também:

  • AUTOR

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também: