20 Animais estranhos e exóticos que existem no mundo

10. Urso-do-sol
animais-incomuns_10-urso-do-sol
Imagem: Reprodução/ 4plebs.org

Urso-do-sol ou urso-do-mel, é o nome do mamífero que é encontrado em florestas tropicais do sudeste da Ásia e nas ilhas de Sumatra e Bornéu. É considerado a menor espécie da família dos Ursídeos. É um animal onívoro que possui excelente olfato mas visão deficiente. [Fonte]

11. Gato Sphynx
animais-incomuns_11-gato-sphynx
Imagem: Reprodução/ Twicsy.com

No ano de 1966 em Ontário no Canadá, uma gata numa quinta, deu a luz em uma ninhada um gato totalmente nu. Na ninhada seguinte voltou a acontecer o mesmo, então estes gatos deram origem a uma nova raça que começaram a ser chamados “Moon’s Cats” (gatos da Lua), em seguida de “canadian naked” (pelado-canadense) e finalmente pelo nome que eles são chamados hoje: sphynx (esfinge). O nome foi escolhido pela semelhança com a grande esfinge de Gizé, localizada no Egito. [Fonte]


12. Loris

O loris é outro primata com olhos grandes e com personalidade “tranquila” que, apesar de ter um semblante preocupado, tem uma aparência pra lá de simpática. Eles são nativos das selvas do Sudeste da Ásia e estão relacionados com os lêmures – exceto pelo fato de serem muito mais bonitos. [Fonte]


13. Gavial

O gavial é mais um animal da lista do tipo que, se não existisse internet, talvez você nunca saberia que ele existe. Pode ser encontrado nos rios da Índia e Nepal. A espécie difere dos demais crocodilianos pelo focinho estreito e alongado, e pela presença de uma protuberância nos machos adultos. Com registros de espécimes medindo até seis metros de comprimento, é uma das maiores espécies dentro da ordem Crocodylia. Outra característica única é a exteriorização dos dentes da metade anterior da maxila e da mandíbula quando a boca do animal está fechada. [Fonte]


14. Peixe-sapo cabeludo

O peixe-sapo cabeludo (Antennarius striatus) é um peixe raro encontrado nas águas da Indonésia que tira proveito de sua própria aparência – que lembra uma vegetação marinha – para capturar seu jantar. Uma característica interessante deles é que eles “caminham” no fundo do mar com suas nadadeiras. [Fonte]



Publicidade


Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
AUTOR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também: