Até agora a NASA só havia enviado robôs terrenos para analisar a superfície de Marte. Atualmente existem duas missões em andamento no planeta vermelho que deverão durar por 6 anos, a Spirit e a Opportunity. Mas o plano deles agora é enviar um avião robô ultra veloz movido a turbinas para explorar a superfície marciana capazes de atingir uma velocidade de 725 Km/h voando a uma altitude de 1,6 Km.

O plano é que o ARES (Aerial Regional-Scale Environmental Surveyor) sobrevoe a superfície de Marte por duas horas (tempo estimado para a missão) e percorra 1450 Km estudando o campo magnético de Marte e em busca de água, informações extremamente importantes para o planejamento de futuras missões espaciais.

O único desafio encontrado pela NASA refere-se às decolagens e aterrissagens do avião. Construir pistas especiais para ele em Marte tornaria a missão inviável. Mas a NASA encontrou uma solução. A cerca de 32 km do solo, a nave teria suas asas e caldas dobradas direcionando suas turbinas para baixo para uma decida controlada na vertical. De acordo com a NASA tornar isto real pode parecer complexo demais, mas não é nada comparado à tecnologia e aos instrumentos científicos sensíveis existente na aeronave. Pelo visto o sonho dos humanos em habitar outro planeta está cada vez mais próximo de se tornar realidade.

[Popular Science via DVICE]

Tags:
veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!

close-link