mulher-morre-elevador-china_1

Uma mulher chinesa de 43 anos de idade foi encontrada morta por trabalhadores do serviço de manutenção de um prédio depois de ter ficado presa por um mês no elevador do edifício. Um dos motivos é que o país esteve em recesso devido ao Ano Novo Chinês.

O incidente ocorreu ao norte da cidade de Xi’an, na China. Veja mais informações a seguir:


Segundo as autoridades locais, a mulher foi presa depois que os trabalhadores da empresa de manutenção – Shaanxi Kaiwen equipamentos mecânicos e elétricos – desligaram o fornecimento de energia para a manutenção do elevador no dia 30 de janeiro. Após fazerem isso, eles saíram em recesso devido ao prolongado Ano Novo Chinês e só retornaram no início de março, quando encontraram o cadáver da mulher dentro do elevador, parado no primeiro andar do edifício.

O aviso na porta dizia que o elevador estava fora de serviço

O aviso na porta dizia que o elevador estava fora de serviço

O relatório das autoridades locais descreve que as paredes do elevador estavam cobertas por marcas de arranhões feitos pela mulher, devido à sua tentativa desesperada de sair dali.

As autoridades continuam a investigar o incidente desde então e acusam a empresa de “negligência grotesca”. Investigadores disseram que o incidente poderia ter sido evitado se os trabalhadores tivessem verificado se não havia ninguém no elevador antes de cortar o fornecimento de energia dele.

Duas pessoas responsáveis ​​pela empresa de elevadores foram presas sob acusação ​​de homicídio culposo (sem intenção de matar), relatou a CCTV News. Os moradores do prédio descreveram o incidente como algo “abominante”.

Muitas pessoas questionaram nas redes sociais: “Como pode uma mulher ter desaparecido por um mês sem que ninguém sentisse falta dela?” A polícia disse que a mulher vivia sozinha no prédio e que sofria de uma doença mental desde seu divórcio, e que não tinha o costume de receber visitas.

[163News / Mashable]

veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!