mulheres-videogames

Alguns jogadores podem não ter aceitado muito bem isso, mas de acordo com pesquisas recentes o percentual de mulheres gamers vem crescendo a cada dia, e parece que só agora as empresas começaram a perceber isso.

O mundo mudou muito, as garotas passaram a se transformar em gamers, conquistaram um espaço que até então era ocupado em sua maioria pelos homens e aos poucos passaram a também se tornar parte deste universo. O grande problema é que vestir a camisa de uma gamer tem seu preço, a discriminação ainda é muito grande neste meio.

Conversando com amigas gamers que conheço, elas me contaram sobre a existência de dois extremos, quando são endeusadas e quando são completamente discriminadas.

Quando a mulher se arrisca a jogar um game mais ‘hardcore’ como Gears of War, Call of Duty ou outros mais violentos por exemplo, a primeira impressão que a maioria dos gamers homens têm é: Essa menina não sabe jogar, e assim que der um motivo vou provar isso. Então a garota será discriminada até o final do game, mesmo se no final ela consiga provar digna de respeito. Fala sério, mulher precisa provar algo para ser respeitada? Ela não é mais um ‘player’, como qualquer outro?

Mas temos um outro extremo, que na opinião de minhas colegas gamers chega a ser ainda pior para elas, o “endeusamento”. Então fica a dúvida: Elogiar também é ruim?! Quando em excesso e de forma falsa, sim, mas há situações inevitáveis, como por exemplo quando em uma partida de Halo uma garota acaba ficando em primeiro lugar na partida, não tenho dúvidas que ao menos um pedido de casamento eu farei, não só por ela ser a melhor, mas só pelo fato dela ser uma gamer.

mulheres-videogames_2

Elas podem até achar que elogios em situações como estas sejam falsos, mas leitoras, fazemos isso sem percebermos, meu sonho é casar com uma mulher que possa ser a minha ‘Player 2’, jogar comigo até tarde da noite, e de preferência que não fique me perturbando caso eu prefira jogar God of War ao invés de ir jogar futebol com os amigos aos domingos.

Concluindo, para muitos homens o universo dos games pode não ser grande o suficiente a ponto de aceitarem dividir o espaço com elas sem discriminá-las, mas este universo não é composto só por homens egoístas ou machistas. Muitos homens aceitam ajudar e não julgar, e principalmente curtem a companhia de outro player, seja ele homem ou mulher. Existem jogos onde isso já acontece, cito aqui League of Legends por exemplo, que tem um enorme percentual de jogadoras.

A questão é que estamos todos no mesmo jogo. Então chega de papo, pegue seu controle e vamos jogar! \o/

veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!