[wpmegamenu menu_location="menu-1"]

Google poderá responder a processo Judicial devido à falha no Buzz.

Google poderá responder a processo Judicial devido à falha no Buzz.

Desde que seu novo serviço de rede social Buzz foi lançado, a Google andou corrigindo algumas falhas, entre elas o fato de alguns dados sigilosos de usuários estarem sendo compartilhados na rede sem o conscentimento deles. Agora parece que a Google irá enfrentar um processo judicial por causa da violação destes dados dos usuários, em uma ação coletiva que envolverá todos os usuários do gmail, ou seja, cerca de […] […] 31 milhões de usuários. Embora a Google tenha afirmado que ainda não recebeu intimações judiciais, isto talvez seja iminente, pelo simples fato dos usuários não terem sido questionados se gostariam de utilizar o serviço ou se gostariam que suas informações fossem compartilhadas no Buzz. Segundo Kimberly Nguyen, conselheiro de privacidade do consumidor de Washington – EUA, a Google impôs o serviço aos usuários e feriu a privadicade deles por não deixá-los decidir se gostariam de ter suas informações compartilhadas ou não.

“A questão em debate é, são os usuários quem devem ter controle sobre suas informações particulares”.

Eu não tive problemas com isso, mas pelo que parece tem gente que não gostou nem um pouco. Será interessante ver como isto irá acabar. Se a Google perder a causa na justiça isto poderá sair caro para a empresa, que terá que recompensar de alguma forma cerca de 31 milhões de usuários.

[Via Geeky-Gadgets]

Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
AUTOR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também:

  • AUTOR

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também: