Um ventilador com sistema de detecção? Sim! Esta é a ideia por trás deste ventilador robótico que vemos na imagem. No centro das hélices há uma câmera capaz de rastrear movimentos, para que possa automaticamente direcionar o fluxo do vento para um usuário. Mas vamos supor que nesta mesma sala há diversas pessoas, como será que ele determina “quem” ele passará a rastrear? Veja mais informações e um vídeo a seguir.

O Airsketcher Robotic Fan na realidade foi criado para identificar e seguir figuras como a da imagem acima, ou seja, enquanto um usuário permanece com a figura nas mãos o ventilador apontará sempre para sua direção. Ao deixarmos a figura sobre a mesa o ventilador passará a direcionar o fluxo de vento para a mesa. Caso a figura não esteja ao alcance do ventilador ele passará a se comportar como um ventilador comum, movimentando-se para lá e para cá de forma aleatória mantendo o ambiente ventilado.

Através de movimentos/gestos feitos com a figura o usuário pode controlar algumas funções básicas do ventilador. É possível por exemplo controlar a intensidade de vento e até mesmo desligar o ventilador, eliminando a necessidade portanto da existência de botões.

Neste momento inicial de desenvolvimento o ventilador é capaz de ler e rastrear apenas padrões impressos, mas a ideia é aprimorar o sistema de forma que em breve não só ventiladores, mas qualquer eletrodoméstico ou aparelho eletrônico da casa seja capaz de ler e interpretar faces, para não só direcionar o fluxo de vento para você, mas também sugerir canais que estejam exibindo seus programas de TV favoritos, dicas e receitas de culinária na porta da geladeira etc. Como seriam nossas vidas se vivêssemos em uma casa em que os botões serão extintos ou existiriam para serem usados apenas em último caso? Será que “nós” é que estaríamos no comando? É algo a se pensar.

[Via Ubergizmo]

veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!

close-link