criaturas-aterrorizantes-extintas
Extinção jamais foi considerado algo bom, mas qualquer um daria graças a Deus pelas criaturas que escolhemos para esta lista terem sido extintas. Já pensou em topar por aí com um Therizinossauro de 9 m de altura com garras de 80 cm em cada uma das mãos? Tô fora! Prepare-se então para conhecer 10 criaturas aterrorizantes que por nossa sorte foram exterminadas de nosso planeta:


1. Deinosuchus

A Deinosuchus, an alligator ancestor, lunges at an Albertosaurus.
O Deinosuchus é um gênero extinto de crocodilo que viveu na América do Norte durante o período cretáceo. Estudos recentes determinam que o Deinosuchus chegou a medir 16 metros de comprimento e pesava aproximadamente 6,5 toneladas. Era realmente grande o suficiente para atacar qualquer dinossauro que cruzasse seu caminho. [Fonte]


2. Arthropleuras

criaturas-aterrorizantes-extintas_2
As Arthropleuras foram centopeias gigantes que viveram no período Carbonífero no que é agora o nordeste da América do Norte e Escócia e mediam uns 2,6 metros de comprimento. Foi a maior centopeia já conhecida de todos os tempos e acredita-se que tinha poucos predadores. [Fonte]


3. Pulmonoscorpius

criaturas-aterrorizantes-extintas_3
Pulmonoscorpius kirktonensis é uma espécie de escorpião gigante extinta, que viveu durante a época Viseano do Carbonífero. Seus fósseis foram encontrados em East Kirkton, West Lothian, na Escócia. Em vida, esta espécie crescia até 70 cm de comprimento. [Fonte]


4. Titanoboa cerrejonensis

Titanoboa Replica On Display At Grand Central Terminal
A Titanoboa cerrejonensis foi uma espécie de serpente que viveu há cerca de 60 milhões de anos, no período Paleoceno, nas florestas tropicais da América do Sul. Pesquisadores estimam que esta espécie medisse cerca de 13 metros de comprimento, 1,1 metros de diâmetro e pesasse cerca de 1100 kg, o que faz desta a maior espécie de serpente já descoberta. [Fonte]


5. Helicoprion

criaturas-aterrorizantes-extintas_5
Helicoprion (“serra em espiral”) foi um gênero de peixe cartilagíneo semelhantes a tubarões que surgiram nos oceanos do Carbonífero, extintos durante o início do Triássico, por volta de 225 MA. Os únicos fósseis conhecidos são de seus dentes, que eram arranjados em uma “espiral de dentes” que lembra bastante uma serra circular. [Fonte]



6. Cameroceras

criaturas-aterrorizantes-extintas_6
Cameroceras é um gênero de moluscos que viveu no período Ordoviciano, entre 470 e 460 milhões de anos atrás. Media até nove metros de comprimento e tinha 17 pés (ou mais), sendo o maior predador de sua época, assemelhava-se a uma lula, porém com o corpo embutido em uma concha em forma de cone. [Fonte]


7. Anomalocaris

criaturas-aterrorizantes-extintas_7
Anomalocaris (“camarão estranho”) é um gênero de camarão que possuía uma estreita relação com os artrópodes. Os primeiros fósseis de Anomalocaris foram encontrados por Joseph Frederik Whiteaves. Originalmente várias partes fossilizadas foram encontradas separadamente (boca, apêndices, cauda) levando a crer que seriam três criaturas distintas, um equivoco corrigido por Harry B. Whittington e Derek Briggs em um artigo de jornal de 1985. [Fonte]


8. Megalodonte

criaturas-aterrorizantes-extintas_8
Carcharodon megalodon (também denominado megalodonte ou tubarão branco-gigante) foi uma espécie de tubarão gigante que viveu entre 20 e 16 milhões de anos atrás no período Mioceno no Oceano Pacífico. Os dentes são em muitos aspectos similares aos do tubarão-branco atual (o menor na imagem acima), mas com um tamanho que pode superar os 17,5 metros de comprimento. Por causa de seus grandes dentes que o nomearam Megalodonte, que significa “dente enorme”. Seu tamanho chegava a 20 metros, três vezes maior que o tubarão-branco atual, com um peso que podia chegar as 50 toneladas. [Fonte]


9. Therizinosaurus

criaturas-aterrorizantes-extintas_9
O therizinossauro (Therizinosaurus cheloniformis, do latim “lagarto foice”) foi uma espécie de dinossauro que viveu no fim do período Cretáceo. Media de 7 a 12 metros de comprimento, 4 ou 5 metros de altura e pesava em torno de 4 toneladas. Além dos braços enormes, cada um com 1,9 metros, possuía as maiores garras já encontradas no planeta, com 80 cm cada. [Fonte]


10. Megatherium

criaturas-aterrorizantes-extintas_10
A Megatherium (ou em português, Megatério), era uma preguiça gigantesca que viveu do Plioceno até o Pleistoceno, há aproximadamente 20 mil anos, nas Américas do Sul e do Norte. Era do tamanho de um elefante de porte médio. Apesar de enormes as Megatérios eram criaturas pacíficas e muitos predadores deviam atacá-los por não serem velozes, evitando desperdício de energia na perseguição. No entanto, elas podiam se defender muito bem no combate corpo a corpo, pois eram muito fortes e uma patada de um Megatherium deveria fazer um bom estrago no adversário.

[Gizmopod]

Tags:
veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!

close-link