10 magníficas construções que se parecem com catástrofes

Por: - 08/09/11 às 11:51 pm
422 visualizações
ArteCuriosidades

As modernas técnicas de engenharia que existem deram aos arquitetos a liberdade de criar estruturas magníficas, com os mais variados formatos. Estas técnicas abriram para eles um leque de possibilidades, então alguns arquitetos espalhados pelo mundo resolveram usar estas ferramentas com criatividade para criar estruturas fora do padrão, algo que de acordo com eles se chama “inovação”. O resultado de toda esta inovação são construções pra lá de interessantes espalhadas pelo mundo. Já que nem todos nós podemos viajar pelo mundo afora para conhecê-las pessoalmente, separamos 10 magníficas estruturas para conhecermos pelo computador mesmo. A maioria delas parecem ter sido devastadas por catástrofes naturais, mas apesar disso não deixam de ser belas. Conheça a seguir todas as estruturas, clique nas imagens para vê-las ampliadas.


1. Edifício em Ramot Polin (Jerusalém, Israel).
Com a aparência de casas amontoadas por um terrível deslizamento, esta estrutura foi encomendada pelo Ministério da Habitação israelense para resolver problemas de moradia que existia na cidade. Com pouco tempo para construir, os arquitetos passaram a construir da forma que conseguiam, criando um padrão aleatório para cada casa, o resultado é o que vemos na imagem.


2. Pousada Hang Nga (Dalat, Vietnã).
Um castelo com aparência medieval, criado pelo arquiteto vietnamita Dang Viet Nga com o intuito “invocar elementos do mundo natural”.


3. Pousada Errante (Ciudad Abierta, Chile).
Com a aparência de uma casa devastada por um furacão, a pousada Errante é uma construção experimental que faz parte da Universidade Chilena Católica de Valparaiso. Os ângulos peculiares do edifício foram feitos para desviar o vento controlando a temperatura do edifício.


4. Le Cube Orange (Lyon, France).
Uma estrutura que aparentemente sofreu um impacto de um asteróide, a Le Cube Orange tem seis andares e ostenta um gigantesco buraco escancarado em sua fachada laranja. No entanto, o objetivo da cratera é nobre, com foco na economia de energia elétrica a cratera foi feita para permitir que o fluxo de luz natural alcance o interior do edifício.


5. Habitat 67 (Quebec, Canada).
O Habitat 67 é um edifício localizado em Saint Lawrence River, no estado de Quebec, Canadá, criado pelo arquiteto Moshe Safdie. Trata-se de um edifício, mas um edifício com a aparência de um conjunto de casas empilhadas de forma desordenada, que se parecem muito com aquele jogo de blocos chamado Jenga, lembram do jogo?


6. Dancing House (Praga, República Checa).
Como o próprio nome diz, estes edifícios parecem que estão dançando, mas a impressão que temos na verdade é que eles vão cair a qualquer momento. Quem aí teria coragem de entrar em um edifício assim? O edifício é um centro comercial projetado pelo arquiteto Frank Gehry e que está localizado na cidade de Praga, na República Checa.


7. Aqua Skyscraper (Chicago, EUA).
O Aqua Skyscraper é um enorme edifício que possui um design pra lá de inovador, com janelas e arestas sobressalentes em forma de ondas que lembram o movimento das águas de um rio. Ao olharmos para cima temos a impressão de estarmos vendo enorme oceano vertical, é como se ele estivesse cheio de água e a ponto de vazar a qualquer momento.


8. Martin Luther Church (Hamburgo, Austria).
A igreja foi construída para homenagear Martin Luther. Tem capacidade para 50 pessoas e se parece com uma duna com formas criadas pelo vento. Ao invés de fiéis, na minha opinião uma construção destas chamaria a atenção de skatistas.


9. Edificio Mirador (Madri, Espanha).
O Edificio Mirador é um enorme edifício conhecido por não possuir a parte central. Ao olharmos com mais atenção temos a impressão de ter sido construído com peças de Tetris que caíram do céu.


10. The Hole House (Houston, Texas, EUA).
A casa The Hole (O Furo, em inglês) ou simplesmente casa “Túnel” não foi criada para ser habitada, isto porque não seria possível viver com um enorme furo atravessando a casa de fora a fora. Antes de se tornar a The Hole, a casa estava programada para ser demolida, mas dois artistas chamados Dan Havel e Dean Ruck decidiram transformá-la em uma enorme obra de arte pública antes que isso acontecesse. Infelizmente a obra de arte não durou muito, foi enfim demolida em 2005.

[Via DVICE]

veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!

close-link