Adeus rodinhas: Gyrobikes ensinam crianças a andarem de bicicleta como mágica! (vídeo)

Adeus rodinhas: Gyrobikes ensinam crianças a andarem de bicicleta como mágica! (vídeo)

Rodinhas de bicicletas estão prestes a se tornarem peças de museu. Estas duas bicicletas que vemos na imagem acima estão equipadas com as responsáveis por este futuro cenário, rodas dianteiras equipadas com um acessório chamado giroscópio. O assessório consiste em manter o equilíbrio constante da roda, e como consequência da bicicleta, mantendo as crianças em constante equilíbrio, mesmo com aquelas pequenas reações de desequilíbrio naturais que ocorrem durante o aprendizado delas.

A roda é chamada de Gyrobike e é fabricada por uma empresa de mesmo nome, a Gyrobyke. A estabilidade que elas oferecem às bicicletas é tão grande que nem é necessário ter alguém em cima da bicicleta para que ela se equilibre. Ela funciona com baterias recarregáveis e garantem diversão por um longo período. Assista o vídeo para ver a roda em ação.

De acordo com a empresa, as “rodinhas” que nossas crianças usam hoje em dia impedem que as crianças aprendam a andar de bicicleta da forma correta. Com as Gyrobikes elas podem aprender de forma mais segura, fácil e rápida a andar da forma correta, além de ser mais divertido é claro.

A instalação é simples, basta remover a roda dianteira original da bicileta e substituir pela Gyrobike, simples assim. As rodas estão disponíveis apenas para bicicletas infantis em duas versões, uma menor indicada para crianças de 3-5 anos de idade e outra para crianças de 6-8 anos.

As Gyrobikes são vendidas por US$ 99 e US$ 119 respectivamente. Não há informações sobre disponibilidade do produto fora dos EUA. Para maiores informações sobre as rodas visite o site da fabricante neste link.

[Via]

Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
AUTOR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também: