“Coelho mágico” raríssimo é fotografado pela primeira vez em 20 anos na China

coelho-ili-pika-china_1

Este curioso animalzinho que você vê na imagem acima e a seguir é um Ili Pika, uma espécie de coelho raríssima que está em extinção. O coelho flagrado na China é uma das espécies de animais mais raras do mundo, tanto é que ele também é conhecido por lá como “coelho mágico”, porque é quase impossível encontrar um deles na natureza. É como se eles tivessem o “poder mágico” de desaparecer, mesmo sem cartolas por perto. Veja mais sobre a história do descobrimento dele a seguir:

coelho-ili-pika-china_3

Estima-se que existam menos de 1.000 Ili Pika no planeta. As fotos foram tiradas na China, no mesmo local onde o Ili Pika foi encontrado pela primeira vez há 20 anos. O pesquisador Li Weidong foi o responsável por ter descoberto a espécie, e também por ter encontrado e fotografado o pequeno animal, que inclusive inspirou o personagem Pikachu da franquia Pokémon.

A primeira vez que foi avistado foi em 1983, quando Weidong caminhava pelas montanhas chinesas. Ele ficou intrigado e não conseguiu identificar a espécie do curioso animal, até avistar outro em seguida e confirmar que se tratava de uma espécie ainda não descoberta. Weidong dedicou então sua vida inteira aos estudos do pequeno coelho. O problema é que encontrar o bichinho nem sempre foi uma tarefa fácil. Em 2002 e 2003, por exemplo, Weidong vasculhou as mesmas montanhas com a ajuda de voluntários durante 37 dias, mas nenhum deles foi encontrado.

coelho-ili-pika-china_2

Foi só em julho de 2014 que Weidong e sua equipe conseguiu avistar e registrar as imagens que você vê neste artigo. O coelho foi descoberto nas montanhas Tianshian, no Noroeste da China. A população do animal caiu 70% desde que foi descoberto, segundo cientistas que estudam a espécie, que é conhecida como Ochotona iliensis.

Ainda não se sabe ao certo o responsável pelo desaparecimento deles. Em entrevista à CNN, Weidong disse que se a espécie se tornar extinta enquanto ele viver, ele se sentirá culpado por isso, já que foi ele quem a apresentou ao mundo. O pesquisador suspeita que o desaparecimento do animal tem a ver com o aquecimento global.

[National Geographic]


Publicidade


Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
AUTOR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também: