CLOSE

O Milagre da multiplicação dos "mini links"

O Milagre da multiplicação dos "mini links"   O Milagre da multiplicação dos "mini links"   O Milagre da multiplicação dos "mini links"


Se você tem uma conta no Twitter ou entrou na internet pra ler alguma reportagem ou simplesmente para checar seus e-mails recentemente, com certeza deve ter se deparado com alguns dos milhões de mini-links que estão sendo espalhados pela internet ultimamente. Estes mini-links (tome como exemplo este link http://tinyurl.com/c84ox3 que nos direciona ao site da R’NT) simplesmente abreviam um endereço (url) gigante de um site qualquer para pouquíssimos caracteres e – talvez você não saiba disso – já existe a muitos anos. O mais popular de todos, o Tinyurl.com teve seu início em 2002 por Kevin

O Milagre da multiplicação dos "mini links" Gilbertson e hoje já conta com mais de 2 bilhões de links minimizados por mês. Este tipo de serviço agora tem uma ENORME utilização graças ao serviço de microblog Twitter onde a quantidade de caracteres escritos são limitados. Estes sites que oferecem serviços de abreviação de links são tão fáceis de serem criados que diversos sites estão surgindo, como por exemplo o Bit.ly, o Is.gd, o Tr.im (bem bolado o nome deste) e o brasileiro Migre.me, todos pegando carona no sucesso O Milagre da multiplicação dos "mini links"

do Twitter. Embora alguns sites como o Tr.im e o Migre.me já estejam fazendo isso, os outros sites também poderiam explorar melhor o pontencial dos mini-links, como por exemplo fornecer dados de sua faixa de utilização – quantas vezes o determinado link foi clicado e a localização geográfica dos click’s. Isto seria valioso para o segmento de marketing ou simplesmente sites – como blogs por exemplo – interessados em saber se seus leitores realmente clicam nos links que destacaram.
De qualquer forma, ainda é cedo e muita novidade ainda vai surgir. Segundo dados da 
Bit.ly, 60 milhões de endereços foram encurtados na página no mês de abril, um aumento 50% maior do mês anterior. Quem inovar primeiro terá a fatia maior do mercado e é claro, terá um retorno mais bem sucedido. Nós usuários, certamente também ganharemos com isso. Se você ainda não utilizou do serviço, com certeza um dia utilizará. Um bom exemplo disso é o serviço de e-mails do Google, o Gmail, que tem tido um aumento de usuários cada dia maior devido às suas novas ferramentas e idéias geniais que facilitam o gerenciamento dos e-mails nossos de cada dia.
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
AUTOR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também:

  • AUTOR

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também: