Blu Ray de 100GB da Sharp será lançado este mês no Japão.

Blu Ray de 100GB da Sharp será lançado este mês no Japão.

Mal o novo formato BDXL para Blu-rays foi anunciado pela Blu-ray Disc Association e a Sharp já saiu na frente anunciando ao mundo um novo Blu-ray capaz de armazenar até 100 GB de dados. A nova mídia se fez necessária devido ao grande número de filmes 3D recém lançados e por sua vez à necessidade de armazenamento de uma enorme quantidade de dados em um único disco.

Denominado VR-100BR1, o novo disco lançado pela Sharp é o primeiro do mundo ‘triple-layer’, ou seja, é capaz de armazenar dados em 3 camadas. A boa notícia é que a nova mídia já está em produção e chegará às lojas do Japão até o final deste mês. Para se ter uma idéia de sua capacidade, em apenas um disco os usuários poderão armazenar até 12 horas de conteúdo de uma programação digital. Para a alegria dos usuários, a mídia conta também com revestimento especial chamado “Hard coat” que protege os dados contra riscos ou impressões digitais. Segundo o blog japonês Akihabara News, a empresa pretende ainda lançar em breve outra mídia, que será ‘quad-layer’ (4 camadas) também BDXL porém com capacidade de armazenamento de 128GB. Como sempre acontece, toda novidade tem custo elevado. O disco de 100GB anunciado chegará às lojas do Japão até o final de Julho custando cerca de ¥ 5.000, ou seja, aprox. R$ 100. A empresa não informou por enquanto quando a mídia estará disponível em outros países.

[Via Engadget]

Últimas no ROCK’N TECH

Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
AUTOR

Uma resposta

  1. Mas o quanto eles são resistentes, as mídias que o brasileiro tem acesso são de dar dó, em pouco tempo se tornam ilegíveis e levam seus dados para o limbo, é de se pensar bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também:

  • AUTOR

    Uma resposta

    1. Mas o quanto eles são resistentes, as mídias que o brasileiro tem acesso são de dar dó, em pouco tempo se tornam ilegíveis e levam seus dados para o limbo, é de se pensar bem.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também: