Anel robótico em forma de olhos humanos é bizarro mas divertido (vídeo)

Anel robótico em forma de olhos humanos é bizarro mas divertido (vídeo)

Os robôs na maioria das vezes foram fantasiados e até fabricados por humanos como seres independentes, no sentido de serem capazes de se locomover com seus próprios corpos e membros. Mas estudantes japoneses da universidade de Keio decidiram inovar, criando um robô em forma de acessório que pudéssemos colocar nos dedos, como um anel. O mais bizarro é que o pequeno robô tem o formato de um olho humano. Veja a seguir um vídeo com uma demonstração do robô.

O nome do projeto é PYGMY e ele foi apresentado pelo estudante Masayasu Ogata na conferência japonesa Interaction 2012, realizada em Toquio na semana passada. Apesar de ter apenas o formato de olhos, o PYGMY é capaz de expressar emoções e reagir quando as pessoas interagem com ele através de um software para smartphones, que funciona como um controle remoto do robô.

O olho robótico é ativado por minúsculos servo motores e solenoides embutidos nele. A ideia por trás do PYGMY é abrir caminho para um objetivo ainda não explorado por engenheiros e pesquisadores, o de criar robôs em forma de acessórios que usamos em nosso cotidiano, que possam ser levados conosco todos os dias para onde formos e talvez até nos ajudar em algumas de nossas simples tarefas diárias. Já pensou por exemplo em ter um relógio de pulso que te dissesse para levar guarda-chuva antes de sair de casa?

[Imagem crédito Robot-dream.com – Via Ubergizmo]

Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
AUTOR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também:

  • AUTOR

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • • veja também: