ultrassom-tubarao

Um grupo de cientistas e biólogos marinhos capturaram um tubarão tigre fêmea de 3,81 m de comprimento, batizada por eles de “Emily”, para realizar o primeiro exame de ultrassonografia em tubarões com filhotes da história. Segundo os biólogos, Emily transportava 20 filhotes em seu ventre.

Antigamente, os tubarões eram mortos e cortados para que eles pudessem estudar suas gestações. Esta nova fase da “ginecologia marinha” irá ajudar os cientistas — e por sua vez os animais — a rastrear onde os tubarões dão a luz. O intuito também é saber se elas dão à luz em uma área apelidada por eles de “berçário”, para que possam intensificar a proteção e preservação destas áreas contra atividades humanas que possam as colocar em risco.

O vídeo é curto e está em inglês, mas dá pra ter uma boa noção apenas olhando para as imagens do vídeo. Assista a seguir:

[pop science]

Tags:
veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!