Háááááá! Encontrei um assunto polêmico pra postar! Ok, vamos aos fatos:

1) Todos nós sabemos que viver com a cara nos games pode nos deixar obesos ou nos causar problemas de saúde devido ao sedentarismo, mas tem muita gente que perde muito mais tempo fuçando na vida dos outros no Facebook por exemplo, a diferença é que videogames são vitamina para o cérebro.

2) Pode acabar com nossa vida social e dependendo da situação até com nossos relacionamentos, mas considerando que socialização está diretamente ligada ao companheirismo, ficar o dia todo numa rede social também provoca dessocialização. A diferença é que nos consoles inventaram o Player 2, e eu nunca vi duas pessoas usando o mesmo computador com dois mouses ao mesmo tempo sem rolar briga.

Estes foram só dois simples exemplos quando comparamos jogar videogames com navegar na internet, mas montamos uma lista com 7 motivos pra provar que a vida nos videogames é muito melhor do que a própria vida de muita gente. Isso não significa que agora teremos razões para nos suicidar ou nos isolar da humanidade, longe disto! São apenas um vislumbre dos motivos que fazem os gamers insistirem tanto em continuarem sendo gamers. Isso não é ruim, porque a maioria dos gamers são garotos ou garotas legais. Vamos aos motivos… Start!

PS: Não leve tão a sério este post, ele tem apenas caráter humorístico.

7 – Nos games todos os problemas têm solução

razoes-games-melhor-do-que-vida-real_7

Diferente do que acontece na vida real, os problemas que encontramos nos games sempre podem ser resolvidos. Pense desta forma: Se o desenvolvedor do jogo criou um problema, ele criou também a solução, pode ter certeza disso. Na vida a coisa não é bem assim, impossível por exemplo entender as mulheres (aliás, nem elas se entendem) ou elas nos entenderem, e a coisa se complica mais ainda quando elas estão de TPM. Nos games geralmente precisamos apenas “descobrir” o que tem que ser feito, mesmo que demoremos um pouco para encontrar a solução, mas podemos ter certeza que a solução existe.


6 – Nos games você é importante

razoes-games-melhor-do-que-vida-real_6

Sejamos francos: Na vida real somos importantes apenas para as pessoas próximas a nós como os nossos pais, nossos amigos e nossas namoradas ou esposas (e olha lá ainda!) e é claro, para Deus (sim, eu acredito Nele). Nos games todo o ambiente gira em torno de você, você sempre será o responsável pela salvação do mundo ou o salvador de uma boa (ou má) causa, não importa, o que importa é que os games são feitos para que você seja o ponto central do mundo, ou mesmo do universo, e isso pode até talvez servir de ajuda para melhorar nossa autoestima.


5 – Nos games fica sempre evidente os que querem nos ferir


razoes-games-melhor-do-que-vida-real_5

Quantos “amigos” você já teve que te decepcionaram de verdade? Talvez a conta seja grande. Minha vó me disse uma vez que para conhecer alguém é necessário comer um saco de sal de 20 kg junto com ela, ou seja, até acabar o saco leva muito tempo. Infelizmente na vida real as pessoas não vem com rótulo ou manual de instruções, temos que confiar e “pagar pra ver.” Nos games na maioria das vezes fica evidente quem está ali pra te ajudar e quem está ali pra acabar com sua raça. Eu não arriscaria tentar estabelecer uma amizade com o sujeito aí da imagem acima por exemplo.


4 – Nos games, comidas e poções recuperam nossas energias instantaneamente

razoes-games-melhor-do-que-vida-real_4

Machucados na vida real demoram dias ou até semanas para sarar. Nos games na maioria das vezes temos apenas que comer uma bela peça de carne ou uma fruta que encontramos dando sopa no meio da rua e vupt! Bye bye machucados. Com poções então, nem me fale, podem até te deixar mais poderoso instantaneamente! É importante ressaltar que a carne nos games geralmente já vem pronta para ser consumida.


3 – O certo e o errado é sempre evidente nos games

razoes-games-melhor-do-que-vida-real_3

No mundo real, quando precisamos tomar decisões nem sempre fazemos a escolha certa e muitas vezes só descobrimos a “caca” que fizemos depois dela já ter sido feita. Isso pode acontecer com a escolha de uma carreira, um curso da faculdade, a garota errada que beijamos, um emprego que deixamos ou mesmo quando decidimos largar tudo para encarar um intercâmbio ou abrir nosso próprio negócio. É praticamente impossível saber se fizemos a escolha certa ou não, temos sempre que pagar pra ver e muitas vezes contar com a sorte. Nos games é tudo diferente. Sempre será evidente que se escolhermos o personagem “Zangief,” o nosso objetivo será extremamente mais difícil de ser alcançado.


2 – Nos games você é recompensado quando se esforça

razoes-games-melhor-do-que-vida-real_2

Quantas pessoas já não deram o sangue na empresa e tudo que receberam no final foi um mero “você é pago pra isso,” ou “não fez mais do que sua obrigação.” A vida é cruel, na maioria das vezes só somos reconhecidos quando encontramos um novo emprego ou quando terminamos o namoro ou o casamento. Nos games não existe isso, se você coletar mais do que 100 moedas ou argolas, você é ricamente recompensado com uma vida extra, quanto mais você se esforça jogando, mais seu personagem sobe de nível e se desenvolve. Se você faz, você recebe por isso e ponto final, o que é mais do que justo.


1 – Nos games podemos morrer mais do que 1 vez

razoes-games-melhor-do-que-vida-real_1

Faça o teste: Pule do alto de um precipício ou salte do alto de um edifício sem pára-quedas e veja o que acontece. Agora tente fazer o mesmo em GTA. Na maioria dos games o máximo que poderá acontecer é você perder 1 vida, mas nem esquenta com isso cara, você terá outras e poderá ganhar mais e mais vidas se quiser, e se elas acabarem ainda sobrarão os continues, algo que também me parece justo para alguém empenhado por uma boa causa. É por este motivo que escolhi as “novas chances” que conquistamos nos games digna de integrar o primeiro lugar desta lista.

veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!