Parece até mentira, mas não é. Devido às constantes falhas em seu serviço de banda larga Speedy, a prestadora Paulista Telefônica será proibida pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), à partir da próxima semana, de comercializar o serviço. A medida, que tem caráter cautelar, será publicada no “Diário Oficial da União” na próxima segunda-feira dia 22. A medida será válida até a Telefônica comprovar que está tomando medidas para melhorar a qualidade do serviço. Segundo a Anatel, espera-se que isso seja feito em 30 dias. Caso a telefônica desrespeite a medida será multada em 15 milhões de reais mais R$1.000,00 por novo assinante durante o vigor da medida. Caso algum cliente queira assinar o serviço durante a vigência, a Telefônica (sob determinação da Anatel) deverá obrigatoriamente informar aos clientes a seguinte mensagem: “Em razão da instabilidade da rede de suporte Speedy, a Anatel determinou a suspensão, temporariamente, da sua comercialização”. A Telefônica não se manifestou à imprensa afirmando que “não foi informada oficialmente sobre o caso”. O prejuízo será enorme para a prestadora, mas é muito maior para seus “mal tratados” clientes.

Você leitor, possui serviço de banda larga? Qual? Já teve algum problema com o Speddy? Comente!

[Via FolhaOnline]

veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!

close-link