A Telefônica havia se comprometido a investir em reestruturação a fim de recuperar a qualidade de seu serviço de banda larga Speedy. Isso devido às constantes falhas e interrupções que vinha acontecendo com o serviço. O acordo feito com a Anatel era que este plano de reestruturação seria feito em 3 fases, com um prazo de 30, 90 e 180 dias. A empresa afirmou recentemente que concluiu a 1º fase que poderia ser cumprida até a data de 26 de julho próximo. Segundo a empresa, o objetivo desta etapa era a duplicação de sua infraestrutura de seus servidores DNS que recentemente foram atacados por crackers e por este motivo causaram grave instabilidade no serviço. A Anatel porém ainda não analisou o status do cumprimento desta fase e por este motivo ainda não pôde confirmar se realmente esta primeira etapa foi concluída. Portanto, a empresa continua temporariamente impedida de comercializar o serviço (desde 22 de junho), até que comprove que seu serviço de banda larga está estável e que é capaz de oferecer um serviço de qualidade para antigos e novos clientes.
veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!

close-link