plantas-venosas

Se você estiver pensando em decorar o seu jardim plantando algumas plantas diferentes nele, tome cuidado com as escolhas que fizer (a não ser que seja no jardim da casa da sua sogra), pois existem plantas perigosas que podem matar facilmente um adulto de 80 kg.

Sim, o ditado “nem tudo são flores” nunca serviu tão bem! O mesmo cuidado vale para situações em que você ou sua família estejam em locais próximos da natureza e quiser experimentar algum fruto ou ter contato com alguma flor interessante. Reunimos em uma lista as 10 plantas mais mortíferas que existem no mundo e quais os efeitos que elas podem causar. Acredite, você vai se impressionar ao perceber que algumas delas são encontradas facilmente em todo o território brasileiro. Veja a seguir:


1. Oleandro (Nerium Oleander)

Conhecida por ser a planta mais venenosa do mundo, a Oleandro ataca seu sistema gastrointestinal e pode te matar em poucos minutos. Tem como princípios ativos a oleandrina e a neriantina, substâncias extraordinariamente tóxicas, que não prejudica as aves ou alguns animais, mas possuem um alto risco para os seres humanos. Basta que seja ingerida uma folha para matar um homem de 80 kg. Embora muito poucos casos de morte tenham sido relatados, esta planta ainda é cuidadosamente estudada hoje em dia. [Fonte]

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA


2. Cana-do-mudo (Dieffenbachia)

As células do caule e folhas das plantas deste gênero contém cristais aciculares de oxalato de cálcio chamados ráfides. Se as partes da planta que contém ráfides forem ingeridas, os cristais perfuram as mucosas, causando ardor na boca e garganta e em seguida em inflamação, levando à formação de edema, que pode ser severo, o qual em humanos em geral leva à perda temporária da voz. Estas plantas receberam no sul dos EUA, onde são comuns, o nome de dumb-cane (cana-do-mudo). O inchaço pode ser fatal se levar ao bloqueio dos canais respiratórios, levando a pessoa à morte. [Fonte]

plantas-venosas_2


3. Veneno Bosquímano (Acokanthera oppositifolia)

Todas as partes da planta são tóxicas. A ingestão pode causar letargia, agitação e convulsões. Espécies relacionadas a esta planta em outras partes do mundo têm sido relatadas como causadoras de mortes. Comer a fruta pode causar irritação gastro-intestinal grave com dor abdominal, salivação excessiva e vômito. A toxicidade do fruto parece ser variável e a seiva é irritante para a pele e os olhos. [Fonte]

plantas-venosas_3


4. Snakeroot Branco ou Sanicle Branco (Ageratina altissima)

As Snakeroot Branco contém uma toxina chamada tremetol; quando as plantas são consumidas pelo gado, por exemplo, a carne e o leite ficam contaminadas com a toxina. Quando o leite ou carne contendo a toxina são consumidos, o veneno é então transmitido aos seres humanos. Se consumidos em quantidades suficientes, podem causar envenenamento nos seres humanos. O envenenamento é também chamado de doença do leite, pois muitas vezes a toxina entra no corpo humano através do leite de vacas que comeram Snakeroot Branco. [Fonte]

plantas-venosas_4


5. Semente-da-lua (Menispermum canadense)

Todas as partes dessas plantas são conhecidas por serem venenosas. A toxina principal é o alcaloide dauricine. Os frutos da semente-da-lua são tóxicos e podem ser fatais. Seus frutos são parecidos com uvas selvagens, o que muda é que a semente-da-lua tem uma única semente de forma de crescente, enquanto as uvas têm várias sementes redondas. [Fonte]

plantas-venosas_5



6. Mamonas (Ricinus communis)

E você pensou que “Mamonas Assassinas” era apenas o nome de uma banda? As sementes das mamonas são tóxicas devido a uma proteína chamada ricina contida nela, que quando purificada é mortal mesmo em pequenas doses. O óleo é de difícil digestão (provoca diarreia), mas o maior risco na ingestão da semente é a toxina ricina. Mais de três sementes podem matar uma criança; mais de oito, um adulto. Possui ainda uma potente proteína alergênica chamada CB-1A ou Albuminas 2S presente nas sementes e no pólen. Um terceiro componente ativo na mamoneira é a ricinina (não confundir com ricina). A ricinina é um alcaloide que pode ser encontrado em todas as partes da planta. Este alcaloide tem efeito sobre o sistema nervoso central e pode causar diversos efeitos como convulsão, falta de memória, falta de equilíbrio e outros. As maiores concentrações de ricinina são encontradas nas flores e em folhas jovens. [Fonte]

plantas-venosas_6


7. Trombeta ou trombeta-de-anjo (Brugmansia suaveolens)

Todas as partes da planta são tóxicas para as pessoas e para a maioria dos vertebrados. As sementes e as folhas são particularmente perigosas para os humanos. São ricas em escopolamina (hioscina), hiosciamina, atropina e diversos outros alcaloides tropânicos. Os efeitos da ingestão podem incluir paralisia da musculatura lisa, confusão, taquicardia, boca seca, diarreia, alucinações visuais e auditivas, midríase, aparecimento rápido de cicloplegia e morte. [Fonte]

plantas-venosas_7


8. Beladona (Atropa belladonna)

A beladona é uma das plantas mais tóxicas encontradas no hemisfério oriental. A ingestão de apenas uma folha pode ser fatal para um adulto, embora a toxicidade possa variar em função do estado vegetativo da planta, da sua idade e de fatores genéticos e ambientais. A raiz da planta é geralmente a parte mais tóxica. Apesar de todas as partes da planta conterem alcaloides, os fruto constituem o maior perigo por serem atrativas, com a sua aparência negra e brilhante, além do sabor adocicado. A ingestão de quantidades superiores a cinco frutos pode ser fatal para um adulto. [Fonte]

plantas-venosas_8


9. Cicuta (Cicuta douglasii)

Cicutoxina é a toxina que é produzida pela cicuta, tornando ela uma das plantas mais venenosas na América do Norte. A cicutoxina é um líquido amarelado encontrado em suas raízes. É um álcool insaturado que tem um grande impacto sobre o sistema nervoso central de animais e humanos. Os primeiros sintomas de envenenamento por cicutoxina incluem salivação excessiva – espumando pela boca -, nervosismo e falta de coordenação. Estes sintomas podem se transformar em tremores, fraqueza muscular, convulsões e insuficiência respiratória. Pequenas quantidades de materiais verdes da planta – cerca de 0,1% do peso corporal de uma pessoa – pode até mesmo levar à morte. A morte pode ocorrer dentro de quinze minutos após a ingestão desta toxina. [Fonte]

plantas-venosas_9


10. Acônito (Aconitum napellus)

Todas as partes da planta são muito venenosas em virtude de possuírem alcaloides distintos. Os sintomas do envenenamento por acônitos são salivação excessiva, falta de ar, tremores e aceleração dos batimentos cardíacos. Apenas 10 gramas de sua raiz constituem uma dose letal para um ser humano adulto, podendo provocar ataque cardíaco. [Fonte]

plantas-venosas_10

Tags:
veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!