conceito-nasa-nave-interestelar_1

Imagem: NASA

Um pouco de “nerdice” para você que está cansado de ouvir falar de Copa do Mundo:

“O espaço, a fronteira final…” É mais ou menos este o lema que os engenheiros da NASA devem ter ao criarem seus projetos. A agência apresentou dois projetos de naves interestelares que deixaram os entusiastas por filmes de ficção científica de boca aberta. Veja mais imagens e conheça a outro modelo a seguir:

conceito-nasa-nave-interestelar_2

Imagem: NASA


conceito-nasa-nave-interestelar_3

Imagem: NASA

As naves apresentadas pela NASA teriam como objetivo encarar missões em viagens interestelares denominadas warp drive. Para entender melhor o que é isso, vamos à explicação do site portal do astrônomo:

Em 1994, o físico mexicano Miguel Alcubierre publicou um artigo notável no qual descrevia uma solução que permitia velocidades que ultrapassam a velocidade da luz. O modelo de Alcubierre, denominado warp drive (tradução: distorção impulsionada), recorre a uma expansão e uma contração do espaço-tempo, respectivamente, de forma a permitir nos afastarmos de um objeto e aproximarmos de outro a enormes velocidades. Teoricamente, poderíamos utilizar este modelo para fazermos viagens interestelares hiper-rápidas, criando uma distorção local do espaço-tempo que produzisse uma expansão na parte traseira de uma nave espacial e uma contração na parte frontal da mesma. Deste modo, a nave, envolvida por uma bolha de Alcubierre, seria afastada da Terra e aproximada a um destino distante pelo próprio espaço-tempo.

Pirou? Se isso soa como algo cômico ou fictício demais para você, prepare-se para se surpreender, pois já tem gente trabalhando – e muito – pra tornar este modelo de viagem aí de cima viável. Prova disso são as próprias espaçonaves deste artigo.

Assista a seguir a apresentação das espaçonaves como provável alternativa capaz de tornar isso realidade, realizada pelo Dr. Harold White, chefe do dpto. de Propulsão Avançada da NASA, no final do ano passado:

[Likecool]

Tags:
veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!