De acordo com autoridades européias, o aplicativo ClickCeop – recentemente apresentado como Botão de Pânico – criado para se integrar à conta do Facebook do usuário com o objetivo de denunciar o comportamento suspeito de usuários mal intencionados na internet tem apresentado resultados satisfatórios.

Para usar o aplicativo é simples, basta confirmar a denúncia inserindo informações do suspeito para que sejam encaminhadas à CEOP (Child Exploitation and Online Protection – Centro de Proteção Online e Exploração Infantil) para que as autoridades possam então localizá-lo e detê-lo. É uma forma muito mais fácil de incentivar as crianças a denunciarem pessoas suspeitas por aliciação de menores, porém o aplicativo só está disponível para crianças e adolescentes do Reino Unido. Richard Allan, diretor de defesa européia disse ao jornal The Telegraph que o resultado tem se mostrado melhor do que o esperado. Segundo ele, “Estamos aceitando completamente que os usuários sejam capazes de relatar o abuso diretamente ao CEOP partir do Facebook”. “A forma simples que encontramos para que o usuário possa fazer isso à partir da rede social é muito eficaz”, disse. O app foi lançado em Julho e desde então já foi baixado e instalado por mais de 55 mil usuários na europa. As autoridades da CEOP já receberam mais de 211 denúncias consideradas graves relacionadas ao abuso infantil virtual. No Brasil ainda não existem ferramentas como o ClickCeop que podem ser usadas à partir de redes sociais como o Orkut ou o próprio Facebook, no entanto a Google disponibiliza um canal onde o usuário pode denunciar atitudes suspeitas dentro do Orkut de outros usuários da rede social (Denuncie aqui), mas o caminho até que o usuário chegue até o canal é muito confuso. Para nós usuários de internet, a forma mais fácil de se fazer uma denúncia é relatando o ocorrido ao perfil oficial do Disque Denúncia no Twitter @disque_denuncia, mas o perfil refere-se ao serviço do Rio de Janeiro, ainda não existe um perfil oficial do Disque Denúncia para o estado de São Paulo, Rio Grande do Sul ou outros estados.

[Via The Telegraph]

Últimas no ROCK’N TECH

veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!

close-link