Pesquisadores da universidade de Chicago (EUA) e do Laboratório Lawrence Berkeley National Laboratory divulgaram um avanço em suas pesquisas sobre tecnologia de semicondutores. A equipe desenvolveu uma “cola eletrônica” feita especialmente para semicondutores baseados em nanocristais – presentes em painéis de energia solar, componentes eletrônicos como processadores de computadores e dispositivos termoelétricos. No entanto, até agora, nanocristais são incapazes de transferir de forma eficaz as suas cargas elétricas para um outro devido à sua superfície ligante – com moléculas orgânicas volumosas e isolantes. Mas a nova “cola eletrônica” desenvolvida pelos pesquisadores resolve este problema, substituindo essas moléculas orgânicas isolantes por novas moléculas inorgânicas aumentando drasticamente o contato entre os nanocristais presentes nestes componentes. Segundo os pesquisadores, isto aumenta a eficiência destes componentes reduzindo também seu custo. Pra você que não entendeu nada até agora, em outras palavras, teremos sistemas de energia solar mais eficientes e baratas e computadores mais rápidos com preço mais justo. A “cola eletrônica” foi apresentada em artigo do Jornal Science
veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!

close-link