Nós humanos somos fascinados pelo futuro. O que vai acontecer daqui a 50 ou 100 anos é um enorme mistério, quase impossível de ser desvendado. Imagine então se algum “viajante do tempo” soubesse como seria nossas vidas no futuro e resolvesse nos contar, qualquer um certamente ficaria interessado em escutar, certo? Já que até agora não encontramos nenhum “viajante do tempo” pelo caminho, o jeito é usar a imaginação.

Não dá pra prever o futuro com exatidão como fizeram aquelas empresas daquele post que postamos aqui na semana passada, mas já é possível prever muitas coisas se basearmos no que já temos hoje. Nada de carros voando ou robôs espalhados pelas ruas. A ideia principal deste post não é “viajar na maionese”, o foco é criar um cotidiano no futuro que seria “possível,” baseado na nossa experiência atual e nos recursos que já temos hoje. Vamos lá então:


Jardins suspensos
o-mundo-no-futuro_1

Imagem: Patrick Bingham-Hall

Sustentabilidade e preservação ambiental serão os grandes aliados do bem estar do futuro das grandes cidades, sem eles nossa saúde ficará comprometida. O foco na redução da poluição já é necessário agora, talvez seja pior daqui a 50 ou mais anos. Uma maneira de conseguir isso é com uma rápida expansão de jardins suspensos, em prédios, plataformas, pontes, etc, e quanto mais, melhor. Quase que praticamente todo o espaço aberto disponível poderá ser utilizado como espaço para construção de jardins para ajudar na redução de CO2.


Displays interativos nas ruas, lojas ou lugares públicos

o-mundo-no-futuro_2

o-mundo-no-futuro_2b

Imagens: Intel/Reprodução

Provavelmente será fácil encontrar displays nas ruas, lojas, escolas, etc. Com a invenção do princípio do Kinect pela Microsoft, nas lojas as pessoas poderão até mesmo vestir as roupas virtualmente, sem precisar vesti-las de verdade. Com os displays interativos nas ruas, as pessoas poderão traçar direções em mapas, localizar restaurantes próximos ou pessoas e até mesmo obter de forma rápida e prática informações sobre trânsito, clima, qualidade do ar etc. Tais informações poderão também ser enviadas para um smartphone ou watchfone.


Estacionamentos inteligentes, carros fáceis de serem estacionados


o-mundo-no-futuro_3

Foto: Laurie Jackson

Não mais perderemos horas procurando por uma vaga para estacionar o carro nas ruas. Hoje já existem aplicativos para chamar Táxis que estão na proximidade, no futuro os aplicativos facilmente nos dirão onde haverão vagas de garagem disponíveis por perto, direto pelo GPS no console ou pelo pára-brisas dianteiro do carro (iOS ou Android?). Mulheres, o mundo com certeza será muito mais fácil para vocês no futuro. Com o desenvolvimento de novas tecnologias, sensores de proximidade serão coisa do passado, os carros serão mais inteligentes e características como piloto automático para estacionamento – que hoje só estão disponíveis em carros de luxo – poderão ser itens de série mesmo em carros populares.


Internet WiFi de alta velocidade, onde estivermos
o-mundo-no-futuro_4

Foto: blog.i-mews.com

Conexões de internet já estão quase se tornando algo indispensável nos lares de muitos países, assim como água, luz e saneamento já são hoje em dia. Ainda falta muito para países de terceiro mundo – como o Brasil por exemplo – atingirem este nível, mas no futuro a realidade certamente será outra. Assim como vimos a internet aos poucos se tornar acessível por aqui, com o aumento das empresas prestadoras de serviços de internet, no futuro haverá mais concorrência, e com ela teremos preços mais acessíveis por conexões de 100 ou 200 Mbps, conexões estas que hoje são consideradas super velozes e que no futuro serão consideradas de nível básico. Melhor do que oferecer internet rápida, é oferecer o sinal WiFi prontinho para ser usado onde você estivermos, certo? Já que o tão sonhado Wimax não é disponibilizado pras massas, edifícios inteligentes poderão abrigar antenas repetidoras superpotentes de sinal WiFi, assim teríamos que pagar para estas prestadoras de internet apenas uma assinatura mensal para usarmos uma internet de 200 Mbps – ou talvez até mais rápida – não somente em casa, mas também na cafeteria, nos consultórios, nas praças e universidades, não importa onde estivermos, como se estivéssemos usando em casa.


Gigantescos Arranha-céus
o-mundo-no-futuro_5

Imagem: HD Wallpapers Plus

Com o aumento da população nas grandes cidades, surgirão cada vez mais arranha-céus, que deverão ser cada vez mais altos. Com a invenção dos cabos UltraRope de fibra de carbono, a criação de edifícios mais altos dotados de elevadores mais rápidos, e que consomem menos energia, ficou mais acessível. No futuro o céu será realmente o limite.


Parques e jardins brotando nas ruas e em locais elevados

Conforme novas tecnologias que usam energia limpa forem substituindo ferrovias e edifícios antigos, responsáveis pelo desenvolvimento urbano dos municípios poderão encontrar maneiras inteligentes de transformá-los em parques, praças e jardins. Isto significa que além de parques e praças no nível da rua, você poderá encontrá-los também nos telhados, pontes etc.


Enormes piscinas flutuantes

No futuro não será mais necessário viajarmos por horas até praias, ou cidades onde há rios, para fugir do calor nos finais de semana. Não importa se o rio da sua cidade é impróprio pra banho ou não, no futuro estruturas flutuantes enormes oferecerão piscinas a céu aberto para todos. Elas poderão ser instaladas em rios, mesmo que estes sejam totalmente poluídos. Projetos assim já existem há algum tempo (veja aqui), e sinceramente não vejo nenhuma dificuldade em serem implantados no futuro.


Tecnologia de escaneamento de faces
o-mundo-no-futuro_8

Imagem: digitaltrends.com

Para ajudar a reduzir a criminalidade, a tecnologia de escaneamento e identificação de faces está em desenvolvimento a todo o vapor. A ideia é a utilização desta tecnologia em ampla escala nas ruas no futuro. Isso significa que se alguém invadir uma loja, o seu rosto será rapidamente verificado por uma câmera na própria loja ou mesmo em um poste nas ruas e a pessoa poderá ser presa em minutos. Uma tecnologia similar já é usada hoje em dia para reconhecimento de faces em fotos no Facebook, por exemplo.


Menos carros nas ruas, mais locais para pedestres
o-mundo-no-futuro_9

Imagem: Snøhetta

Enquanto grandes cidades hoje em dia procuram melhorar sua infraestrutura, no futuro certamente a história será diferente. Muitas ruas serão convertidas em calçadões onde a existência de veículos não será permitida. Isso ajudará a controlar a emissão de gases nocivos na atmosfera e proporcionará uma vida mais saudável aos cidadãos do futuro, que serão forçados a andar a pé.


Painéis solares, por todos os lados
o-mundo-no-futuro_10

Imagem: cbrtw10.blogspot.com

Vem aí pilhas e baterias melhores, mais eficientes e cada vez menores, mas a necessidade de recarregá-las sempre vai existir, e nada melhor do que aproveitar recursos naturais para fazermos isso. Carros elétricos serão a grande maioria nas ruas, e eles também precisarão de energia, ou seja, muitas coisas de nosso uso diário dependerão de energia. É por isso que prédios estão cada vez mais hoje em dia adicionando painéis solares nas janelas, telhados e em todos locais possíveis. Isso só vai aumentar no futuro, já que cada vez mais dependeremos de energia.


Entrega de encomendas através de Drones
o-mundo-no-futuro_11

Imagem: CNN/Reprodução

Drones já estão sendo usados ​​na guerra, mas no futuro eles terão uma missão muito mais pacífica. Entrega de encomendas através de Drones permitirão que as encomendas cheguem até seu destino de forma muito mais fácil e rápida. No futuro compraremos pizza, lanches ou qualquer outro produto (desde que seja de pequeno porte) e eles chegarão em nossas casas mais rápido do que chegam hoje em dia. A Amazon é a pioneira no sistema, que deverá ser muito mais complexo e organizado no futuro, com empresas de transporte que oferecerão uma estrutura organizada e pronta para oferecer este método de entrega de encomendas.

veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!