A China está prestes a inaugurar o maior centro de captação de “energia verde” do mundo. Localidado em Dezhou, o apelidado Solar Valley irá bater a marca até então atingida por uma base localizada no famoso “Silicon Valley”, ou “Vale do Silício” na Califórnia EUA. No total foram investidos cerca de 740 milhões de dólares na construção do vale, mas sua construção só está sendo possível graças à massiva ajuda do governo chinês, através de isenção de impostos, taxas e burocracias relacionadas à construção. Assista a seguir um vídeo com uma apresentação do projeto. […]


URL do vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=RY8t8QBONHY

[…] A construção está sendo realizada pelo grupo energético chinês Himin Solar e poderá abrigar até 100 empresas no local. Entre as construções que existirão no local estão fábricas, centros de pesquisa e largas vias todas iluminadas por energia solar. O centro terá o tamanho aproximado de uma cidade, com capacidade para 600 mil habitantes, mas com possibilidade de suprir energia para até 5 milhões de habitantes. A construção é um exemplo do avanço do país na liderança da geração de energia verde. A China já é atualmente o maior país do mundo fabricante de painéis solares. Uma atitude exemplar que deveria ser seguida por todos países do mundo.

[Via Ecofriend]

veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!

close-link