alimentos-impresso-3d

Tá servido? Já tem gente trabalhando para tornar “Alimentos impressos em 3D” em realidade!

As impressoras 3D chegaram para ficar e estão chamando a atenção da mídia e das pessoas do mundo inteiro, elas representam uma nova perspectiva para nós. No início achava-se que nelas só seriam impressos bonecos, cases para smartphones, canecas e coisas parecidas. Então um curioso e polêmico projeto aparece na internet, ensinando qualquer um a imprimir sua própria arma em casa! E não pense que estamos falando só de pistolas, mas sim de metralhadoras também. A coisa ficou tão séria que algumas autoridades já estão estudado um modo de regulamentar isso.

Se você ficou impressionado com os projetos bélicos impressos em 3D, espere até ver onde esta tecnologia poderá chegar. Um criativo engenheiro mecânico resolveu tomar um rumo diferente, digamos que mais pacífico. De acordo com ele é possível irmos além, o objetivo dele é tornar possível a impressão de alimentos!

O projeto é aparentemente simples, teríamos apenas que trocar a “tinta” dos cartuchos por “comida em pó”, que seriam proteínas, carboidratos, calorias e tudo mais que constituem os alimentos. Isso tudo passaria por um sintetizador (neste caso a impressora) que juntaria os ingredientes certos para formar cada alimento, eliminando desta forma todo aquele trabalho de preparação da comida.

alimentos-impresso-3d_2

A equipe por trás deste audacioso projeto argumenta que o índice de crescimento humano vem aumentando tão rapidamente que em breve talvez não haja comida o suficiente para todos. Ainda mais com o desperdícios de alimentos que vemos por aí, basta irmos a qualquer feira para vermos quantas frutas e verduras são jogadas fora.

Com a impressora 3D para alimentos esse desperdício seria zero, e tal “inovação” poderia talvez suprir as necessidades de todos os habitantes da Terra mesmo se a população continuar aumentando. Bateu aquela fome? Espera aí gente, vou ali imprimir uma pizza pra gente e já venho! Wow!

[Slash Gear]

Veja Também:
Pela Web:
Comentários