Apple anunciou nesta terça-feira que vai retirar, até o final de março, os dispositivos antipirataria da música que é vendida em sua plataforma iTunes.
O anúncio foi feito também na Macworld Expo de San Francisco (Califórnia).
As novidades foram apresentadas pelo vice-presidente de marketing da companhia, Phil Schiller. “Trabalhamos com as principais gravadoras e, a partir de hoje, o iTunes vai oferecer 8 milhões de canções sem DRM (Digital Rights Management) e, até o final do trimestre, teremos 10 milhões de canções sem DRM”, disse Schiller.
A indústria fonográfica luta para que os internautas não possam comprar músicas, ou um álbum, sem esses dispositivos, que limitam a aquisição a um único consumidor.
A Apple também anunciou o fim da tarifa única de US$ 0,99 (R$ 2,1) por música nos Estados Unidos. A partir de agora, a tarifa será acertada pelos editores de música, e as canções poderão ser vendidas por US$ 0,69 (R$ 1,5), US$ 0,99 (R$ 2,1), ou US$ 1,29 (R$ 2,8).
 

Tags:
veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!

close-link