10-razoes-para-assistir-got-game-of-thrones

Você já deve ter ouvido falar da série Game of Thrones, ou se deparado com alguém lendo ou que já leu os livros enormes da série “A Song of Ice and Fire”, mais conhecida como “As Crônicas de Gelo e Fogo” aqui no Brasil. Se depois de ler esse post decidir começar a ler/assistir a série, e mesmo assim não gostar, vá ao médico.

Várias pessoas diferentes me pediram de diversas formas para que eu descrevesse os motivos pelos quais eu acho essa saga fodástica fantástica. Foram pessoas diferentes que não se conheciam, foi até engraçado, acabei me sentindo no “Show de Truman”, tudo parecia estar conspirando para isso. Então resolvi assumir o roteiro que escreveram para mim, arregacei as mangas e aceitei o desafio: Reuni 10 motivos que provam porque Game of Thrones é uma série “obrigatória” para nerds/geeks ou simplesmente para apaixonados por séries.

Antes de começarmos, tenho que dizer que a maioria dos pontos que vou citar neste post são válidos tanto para a série televisiva quanto para os livros. Vale lembrar também que são MINHAS razões, fazem parte de MINHA opinião pessoal sobre a série. A propósito, se você assiste porque acha o Jon Snow (Kin Harington) ou o Jaime Lannister (Nikolaj Waldav) bonitões… eu digo que a Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) é mais. Descubra após o jump:

1. Não existe herói nem o vilão:

Esse sem dúvida é um dos motivos principais que me levaram a ser um grande fã da saga. A regra é não se apegar a nenhum personagem, porque nenhum deles está seguro. Qualquer um deles pode morrer a qualquer momento e isso é ótimo! Sabe aquele momento do filme que o bandido está mirando no herói, sem deixar nenhum chance para ele, mas você tem certeza absoluta que ele não vai morrer porque ele é o protagonista? Pois é, isso não existe aqui e deixa uma cena como essa que eu descrevi acima, realmente angustiante.

 

2. Mulheres com personalidade:

Histórias medievais normalmente não atraem o público feminino porque as mulheres da trama são sempre submissas ou prostitutas (que também são submissas, só que ao dinheiro). Em outras séries e filmes, adjetivos como: honra, coragem, firmeza, lascívia e até mesmo traidor, são exclusivas dos cavaleiros e lordes feudais. Na história de George existem mulheres que são muito mais corajosas que os homens. Aqui as mulheres têm personalidades diversas, existem as corajosas que não perdem uma guerra e as que colocam a honra acima de tudo, mesmo que isso a faça perder seu filho ou marido e até mesmo as pilantras que enganam e se aproveitam de situações.

3. Não existem clichês:

Na maioria dos filmes/séries que já assisti, era possível descobrir como seria o final muito antes da série acabar. O motivo são os clichês, como por exemplo brigas constantes entre um homem e uma mulher, é óbvio que eles ficarão juntos. Ou aquele sonho inatingível no meio da história, a gente já sabe que ele vai realizar, por mais impossível que seja, um anjo vai cair do céu ou de um prédio ao lado e tudo vai estar solucionado! Fala sério… Isso é frustrante! Em GoT é diferente, quando começamos a acompanhar a maravilhosa criação das Crônicas, o que fica óbvio é totalmente o contrário. Fica óbvio que para um personagem conseguir seu sonho, ele terá que destruir o sonhos de outros personagens, e como eu disse no motivo 1, não existem protagonistas na história como um todo, então como saber qual será o sonho a ser realizado e qual será destruído? Esse é só um dos clichês, mas existem muito mais por aí…

4.  Teorias da conspiração:

Não vou negar, GoT é uma história complexa. Se você acha Senhor dos anéis uma série complexa, você ainda não viu nada meu amigo! Isso pode ser um ponto negativo para os lerdos de plantão (desculpe, mas é verdade), mas para mim é ótimo. Quando interagimos com a história, tudo que é transmitido, desde um sonho ou uma visão até a trilha sonora usada na série é uma dica para algo que irá acontecer. Existem fóruns pelo internet que discutem somente sobre isso. Existem tantos sonhos não explicados, profecias não cumpridas, músicas ancestrais que deixam a série misteriosa e emocionante. Claro que não vou falar de nenhuma delas aqui, mas com uma breve pesquisa você consegue ler sobre algumas. E sim, é possível acompanhar sem entender esses sinais, mas ai perde a graça né. LOL

5. Diversos gêneros unidos:

Sabe aquelas pessoas que dizem: “Eu não gosto de romance, prefiro histórias de ação, ficção científica e terror”? Pois é, isso acabou. Em Westeros (o principal país da série) todos os gêneros fazem parte da mesma trama: política e romance, terror e comédia, drama e suspense caminham juntos. E não pense que isso generaliza a série, na minha opinião isso a torna muito mais real, mais palpável. Lembra do que eu disse sobre os clichês? É exatamente isso, uma história clichê tem 0,00001% de chance de acontecer na vida real. Isso sem falar que com tantos gêneros envolvidos todo mundo vai se sentir atraído por uma parte da história. Enquanto eu estou torcendo para fulano arrancar a cabeça de ciclano, você, mulher apaixonada, está torcendo para algum casal dar certo. Isso é demais!

6. União do sobrenatural com a vida “real”:

Devido ao motivo anterior, você pode imaginar as coisas que existem aqui. Em GoT você encontra de tudo, desde feiticeiros até mortos-vivos. Ai você pensa “vai ficar parecendo desenho animado”. ERRADO! A forma como George escreveu a história (eu sei que ele não terminou de escrever) deixa tudo muito real. Ele mostra essas criaturas bem lentamente, inserindo aos poucos na sua cabeça aquelas informações. A inserção do fatos sobrenaturais (pleonasmo?) na história é feita de um jeito tão natural (trocadinho nota 10!) que você se pega acreditando neles. Eles não surgem de um vírus, ou um suco de maça contaminado (quem sabe né?). Eles foram criados com o mundo, e fazem parte dele.

7. Feita para adultos:

Quem já leu ou assistiu a série sabe: ela foi feita para seres humanos adultos, então tire os adolescentes e crianças da sala. A maioria dos filmes não mostram a realidade humana por trás de uma determinada situação. Em uma guerra, existem os mortos e pessoas decepadas, mas por trás disso têm muito mais. Em uma guerra existe o estupro, o canibalismo devido a fome e o mais interessante é que também não têm banheiro. Nos filmes convencionais você vê tudo limpo e agradável, quando na verdade existe cocô/merda/excremento por toda parte e o cheiro é horrível! Isso está presente na saga, a realidade está presente.

Até agora os argumentos são válidos para toda a obra relacionada as “As Crônicas de Gelo e Fogo”, agora vou centralizar na série produzida pela HBO.

8. Investimento altíssimo:

A HBO tem uma ótima reputação com relação a seriados. Eles investem muito dinheiro e não se importam muito com censura. Com Game Of Thrones não é diferente, na 2ª temporada cada episódio custou aproximadamente R$ 12 milhões. É um orçamento altíssimo se compararmos com outros seriados. Mas esse valor é o básico, em episódios especiais como o piloto da série, foram gastos R$ 20 milhões. E a HBO coloca pessoas que sabem utilizar essa grana. As locações são perfeitas e em lugares inimagináveis como por exemplo na Islândia! Os figurinos são muito detalhistas e fiéis aos livros, isso sem falar dos atores que são ótimos e estão fazendo um perfeito trabalho.

9. Fidelidade aos livros:

É lógico que a experiência de ler os livros é bem mais completa do que assistir a série, mas os diretores da série estão sendo fiéis até onde o orçamento dá. Ainda assim, pouca coisa fica de fora, as adaptações feitas na série não alteram o final e continuam dentro do contexto. O próprio George, escritor da série, participa escrevendo o roteiro de um dos 10 episódios e está sempre interagindo com os diretores.

10. Melhor equipe de produção:

Como eu disse no 8º motivo, o investimento é alto e isso proporciona muitas coisas legais a série. Na 3ª temporada, foram criados 3 núcleos de gravação simultâneos ao redor do mundo. Enquanto uma equipe filmava na Irlanda do Norte, outra estava na Islândia e outra em Marrocos. Já se imaginou em um lugar como a Islândia, um lugar com gelo por toda parte e você tendo que filmar uma série de TV? Ter que trabalhar com temperaturas abaixo de 0? A equipe fez isso carregando câmeras, cabos, figurinos, cenários, maquiagem e por vai… Isso também me motiva a assistir e prestigiar o trabalho desses ótimo profissionais que tanto se ferraram.

É isso ai, o texto ficou gigante, mas é impossível falar dessa obra de arte com poucas palavras. Você assiste a série mas não leu os livros? Leia! Você não leu os livros e não assiste a série? Aproveite e comece pois “O Inverno está chegando”.

Se mesmo depois de todos estes motivos não quiser ler os livros e não quiser assistir a série, procure um psicólogo.

veja também:
comentários

Curtiu? Acompanhe o
ROCK'N TECH no Facebook!